O ENSINO PROFISSIONAL NO BRASIL: ATENDER “OS POBRES E DESVALIDOS DA SORTE” E INCLUÍ-LOS NA SOCIEDADE DE CLASSES - UMA IDEOLOGIA QUE PERPASSA OS SÉCULOS XX E XXI

Autores

  • Luiz Alberto Azevedo

DOI:

https://doi.org/10.22409/tn.11i16.p8449

Palavras-chave:

Educação, Educação profissional, Trabalho e inclusão.

Resumo

Neste texto elabora-se um resgate acerca da origem da educação e a sua relação com a educação profissional, relativa à construção do ser humano e segundo uma intencionalidade que remete à instituição caracterizada por uma dualidade educacional pelo fato de estar inserida numa sociedade de classes. Desenvolve-se um resgate histórico sobre a ação normativa de conselheiros do Conselho Nacional de Educação sobre a educação profissional, que a estratifica com vistas a atender determinados interesses de determinados segmentos sociais. Apresenta-se, ainda, uma reflexão sobre os encantos e desenganos promovidos pela ação de vários sujeitos sociais, com vistas a manter a educação profissional e tecnológica numa perspectiva redentora, incutindo a ilusão de que o Estado brasileiro age a fim de superar a lógica desumanizadora do capital.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2018-06-28

Como Citar

Azevedo, L. A. (2018). O ENSINO PROFISSIONAL NO BRASIL: ATENDER “OS POBRES E DESVALIDOS DA SORTE” E INCLUÍ-LOS NA SOCIEDADE DE CLASSES - UMA IDEOLOGIA QUE PERPASSA OS SÉCULOS XX E XXI. Revista Trabalho Necessário, 11(16). https://doi.org/10.22409/tn.11i16.p8449

Edição

Seção

Artigos