DO TRABALHO SOCIALMENTE NECESSÁRIO AO POLITECNISMO A PARTIR DE VIKTOR SHULGIN: FUNDAMENTOS DE UMA EXPERIÊNCIA EDUCATIVA REVOLUCIONÁRIA

Autores

  • Leonardo Gonçalves
  • Conceição Paludo

DOI:

https://doi.org/10.22409/tn.13i21.p9584

Palavras-chave:

Trabalho, educação, politecnismo.

Resumo

O presente artigo busca adentrar no entendimento da relação trabalho/educação, tendo como referência básica a experiência russa ocorrida no início do século 20. O autor que serve de referência para o estudo é Viktor Shulgin, por ter sido quem se debruçou sobre o conceito de politecnismo, também referido pelo termo politecnia. O artigo caracteriza-se como uma pesquisa bibliográfica. Ao final, o estudo mostra que, para o autor, o trabalho é o aspecto dinamizador, tanto da forma como do conteúdo escolar. Exatamente por esse entendimento, no contexto da Rússia do início do século 20, Shulgin transita do conceito de Trabalho Socialmente Necessário para o de Politecnismo, o que se colocava como necessidade naquele momento histórico.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2015-09-30

Como Citar

Gonçalves, L., & Paludo, C. (2015). DO TRABALHO SOCIALMENTE NECESSÁRIO AO POLITECNISMO A PARTIR DE VIKTOR SHULGIN: FUNDAMENTOS DE UMA EXPERIÊNCIA EDUCATIVA REVOLUCIONÁRIA. Revista Trabalho Necessário, 13(21). https://doi.org/10.22409/tn.13i21.p9584

Edição

Seção

Artigos