PREFÁCIO DE NICOS POULANTZAS AO LIVRO INTERNACIONAL COMUNISTA E A ESCOLA DE CLASSE

Autores

  • Sonia Maria Rummert

DOI:

https://doi.org/10.22409/tn.14i23.p9607

Resumo

Apresentamos aos leitores da Trabalho Necessário um pequeno texto de Nicos Poulantzas escrito, a título de Prefácio, para o livro A internacional comunista e a escola de classe, de autoria de Daniel Lindenberg, cuja tradução para a língua portuguesa foi publicada pela Editora Centelha, de Coimbra, Portugal, no ano de 1977. A obra, pouco conhecida, tanto em Portugal quanto no Brasil, e hoje raramente encontrada, reúne um conjunto de textos “produzidos por organismos membros ou simpatizantes da terceira Internacional (1919-1943)” (Lindenberg, 1977, p.17). Organizada com o objetivo de estabelecer um diálogo com a França de 1968, nela o autor afirma considerar fundamental “mostrar que Maio de 68 e, em geral, a revolta mundial da juventude escolar, não implica a revisão nem mesmo o abandono puro e simples do marxismo-leninismo como arma de compreensão-transformação da realidade” (Idem, p.16).

Downloads

Publicado

2016-04-30

Como Citar

Rummert, S. M. (2016). PREFÁCIO DE NICOS POULANTZAS AO LIVRO INTERNACIONAL COMUNISTA E A ESCOLA DE CLASSE. Revista Trabalho Necessário, 14(23). https://doi.org/10.22409/tn.14i23.p9607

Edição

Seção

Memória e Documentos