A EDUCAÇÃO AMBIENTAL NA FORMAÇÃO INICIAL DE PROFESSORES DE BIOLOGIA: CONCEPÇÕES, COMPONENTES CURRICULARES E POSSIBILIDADES DE AÇÕES SEGUNDO OS LICENCIANDOS

Melissa Reis, Nathan da Matta Oliveira, Raiele do Valle Perlingeiro, Tatiana Galieta

Resumo


O presente artigo relata uma pesquisa realizada com alunos de um curso de licenciatura em Biologia cujo objetivo geral consistiu na investigação das concepções de Educação Ambiental (EA) que esses licenciandos possuem buscando relacioná-las à formação acadêmica propiciada nas diferentes disciplinas que compõem o currículo do curso. A metodologia empregada foi de natureza quantiqualitativa e o instrumento de coleta de dados consistiu em um questionário com questões fechadas e abertas. Os resultados da análise dos 104 questionários respondidos apontam para a predominância de concepções de EA dos tipos integradora e de resolução de problemas. Com relação aos componentes curriculares, os licenciandos identificaram Ecologia e Laboratório de Ensino como as disciplinas obrigatórias fundamentais para o estudo da EA. Finalmente, eles consideram-se aptos não só a trabalharem com temas ambientais como também levariam em conta o conhecimento do entorno social escolar em suas aulas sobre EA em suas futuras ações como professores.

 Palavras-chave: educação ambiental, formação inicial de professores, ensino de biologia.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22409/resa2013.v6i3.a21145

Apontamentos

  • Não há apontamentos.