BRASIL E A POLÍTICA ECONÔMICO-SOCIAL: ENTRE O MEDO E A ESPERANÇA

Gaudêncio Frigotto

Resumo


A justeza de um balanço de um determinado período histórico depende, em grande parte, da relação entre determinantes conjunturais e o processo histórico de longo prazo. Vale dizer, a relação entre o conjuntural e o estrutural. Isto vale, sem dúvida, para analisar o que vem se passando com os primeiros 20 meses do governo Lula da Silva. Neste breve artigo, mais que uma análise que permita conclusões enfáticas, buscarei dar elementos para situar porque a eleição de Lula representou, para as forças e movimentos sociais ligados à luta pela superação das estruturas de uma das sociedades mais injustas e desiguais do mundo, tantas esperanças e porque, após 20 meses de governo, o sentimento de muitos é de desapontamento e perplexidade.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22409/tn.3i3.p4567

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Fontes de Indexação:

  

     logo_livre2.png     https://periodicos.uff.br/public/site/images/zuleidesilveira/REDIB.jpg   

Apoio:

          Resultado de imagem para abec brasil logo             

 

 

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Contador de visitas
Contador de visitas

acessos a partir de 21/09/2018.