A EDUCAÇÃO PROFISSIONAL NO CONTEXTO DAS RELAÇÕES DE COOPERAÇÃO ENTRE BRASIL- MOÇAMBIQUE: O PROTAGONISMO DAS EMPRESAS BRASILEIRAS.

Autores

DOI:

https://doi.org/10.22409/tn.17i34.p38060

Palavras-chave:

Capital-imperialismo, Cooperação Sul-Sul, Relação Brasil-Moçambique, Empresas brasileiras, Educação Profissional

Resumo

O tema sobre a relação de cooperação Sul-Sul é de grande importância nas diversas áreas do conhecimento. Nesse caso, o objeto da tese foi o estudo sobre a Educação Profissional no contexto dessa cooperação, mais precisamente entre Brasil-Moçambique e o protagonismo dos setores empresariais brasileiros em Moçambique, no recorte temporal de 2003 a 2015. O recorte temporal corresponde aos dois mandatos presidenciais do Governo Lula (2003-2011), e aos mandatos de Dilma Rousseff (2011-2016). No segundo mandato da presidente Dilma, optamos por limitar o nosso estudo até 2015. A política externa brasileira para a África foi intensificada nos governos Lula, dando prosseguimento na expansão das relações de cooperação nos governos de Dilma Rousseff.  

Referências

MÉSZÁROS, I. A educação para além do capital. Tradução Isa Tavares. 2.ed. São Paulo: Boitempo, 2008

LEHER, R. O Governo Lula e os movimentos sociais. In: OSAL (Buenos Aires) n. 10, abril de 2003.

Downloads

Publicado

2019-09-27

Como Citar

Vaz, J. D. (2019). A EDUCAÇÃO PROFISSIONAL NO CONTEXTO DAS RELAÇÕES DE COOPERAÇÃO ENTRE BRASIL- MOÇAMBIQUE: O PROTAGONISMO DAS EMPRESAS BRASILEIRAS. Revista Trabalho Necessário, 17(34), 295-298. https://doi.org/10.22409/tn.17i34.p38060