O DESIGN SOB A ONIPOTÊNCIA E ONIPRESENÇA DA PEDAGOGIA DAS “MÁQUINAS DE IMAGENS”

Autores

  • Marcos Antonio Esquef Maciel

DOI:

https://doi.org/10.22409/tn.5i5.p4614

Resumo

Pode-se caracterizar como Desenho Industrial ou adotando a nomenclatura “Design”[i], uma vertente da atividade do ser humano, recheada de características multidisciplinares, as quais se relacionam com questões culturais, semiológicas, semânticas, cognitivas, psicológicas, tecnológicas, artísticas, sociológicas, ergonômicas, antropológicas e filosóficas. No universo dos estudos científicos, o Design é reconhecido como uma ciência social aplicada, cuja área de conhecimento geral, denominada Desenho Industrial, tem como subáreas ‘desenho de produto’ e ‘programação visual’, além de algumas especializações, dentre elas, o ‘planejamento de interiores’. Sendo uma ciência aplicada, o Design produz conhecimento a partir da problematização no já exposto leque de questões multidisciplinares.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2007-12-14

Como Citar

Maciel, M. A. E. (2007). O DESIGN SOB A ONIPOTÊNCIA E ONIPRESENÇA DA PEDAGOGIA DAS “MÁQUINAS DE IMAGENS”. Revista Trabalho Necessário, 5(5). https://doi.org/10.22409/tn.5i5.p4614

Edição

Seção

Artigos