O DESIGN SOB A ONIPOTÊNCIA E ONIPRESENÇA DA PEDAGOGIA DAS “MÁQUINAS DE IMAGENS”

Marcos Antonio Esquef Maciel

Resumo


Pode-se caracterizar como Desenho Industrial ou adotando a nomenclatura “Design”[i], uma vertente da atividade do ser humano, recheada de características multidisciplinares, as quais se relacionam com questões culturais, semiológicas, semânticas, cognitivas, psicológicas, tecnológicas, artísticas, sociológicas, ergonômicas, antropológicas e filosóficas. No universo dos estudos científicos, o Design é reconhecido como uma ciência social aplicada, cuja área de conhecimento geral, denominada Desenho Industrial, tem como subáreas ‘desenho de produto’ e ‘programação visual’, além de algumas especializações, dentre elas, o ‘planejamento de interiores’. Sendo uma ciência aplicada, o Design produz conhecimento a partir da problematização no já exposto leque de questões multidisciplinares.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22409/tn.5i5.p4614

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Fontes de Indexação:

   

     logo_livre2.png     https://periodicos.uff.br/public/site/images/zuleidesilveira/REDIB.jpg   

Apoio:

          Resultado de imagem para abec brasil logo             

 

 

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Contador de visitas
Contador de visitas

acessos a partir de 21/09/2018.