Ensaios de Geografia

Notícias

 

Criação da seção temporária Pandemia

 
Essa nova seção visa abranger os trabalhos que as edições especiais não contemplavam e também manter a produção do tema, dentro do possível, atualizada.  
Publicado: 2020-08-03 Mais...
 

Adiamento do segundo número da Edição Especial

 

A Comissão Editorial da Revista Ensaios de Geografia, no uso de suas atribuições, decidiu adiar o lançamento do próximo número da revista (número 10).


 
Publicado: 2020-06-29 Mais...
 

Lançamento de dois números da Edição Especial

 

Devido às numerosas submissões recebidas para a Edição Especial - Geografia e Pandemia da Covid-19: possibilidades e rupturas, optamos por lançar dois números.

 

 
Publicado: 2020-05-19 Mais...
 

Prazo de submissões prorrogado

 

Atendendo a pedidos, e devido ao volume de trabalhos recebidos, iremos prorrogar o prazo de submissões, bem como adiar o lançamento da edição especial “Geografia e Pandemia da Covid-19: possibilidades e rupturas.


 
Publicado: 2020-04-27 Mais...
 

Geografia e Pandemia da COVID-19 - Chamada para Edição Especial

 
A Revista Ensaios de Geografia, vinculada ao Programa de Pós-Graduação em Geografia da Universidade Federal Fluminense (UFF), está com chamada aberta nas seções Artigos e Visualidades para a elaboração de uma Edição Especial sobre o tema Geografia e Pandemia da Covid-19: possibilidades e rupturas.  
Publicado: 2020-04-11 Mais...
 
Outras notícias...

v. 6, n. 11 (2020)


Capa da revista

Batu Caves, Kuala Lumpur – Malásia. 6 de fevereiro de 2018, 11h52.Yago Evangelista, geógrafo em formação.

Na foto é a estátua de ouro do Lorde Murugan e é uma das maiores do mundo, acho que a terceira maior, muitas pessoas dizem que é uma estátua de Buda, o que não é verdade. Ela fica na entrada das Batu Caves na Malásia, que são grutas que são locais sagrados para os Hindus e lugares de peregrinação, nessas cavernas há o Templo da Caverna que quando eu fui estava em reforma, os monges hinduístas pediam para que nós subíssemos as escadas com um pouco de areia para ajudar na reforma. A caverna é linda, há muitos macacos nela, então, pedem para que a gente tome cuidado com comida, mas a casa é deles e nós estamos ali só de visitantes. As Batu Caves mudaram muito da maior parte das fotos que tem na internet para cá, há fotos de monges meditando na parte de baixo do templo e hoje esse espaço é tomado por comerciantes que marca a transformação desse ponto no maior ponto turístico do país e também da entrada da Malásia em um circuito econômico global, inclusive como reflexo disso a minha ida lá para participar do Fórum Urbano Mundial (WUF), mas apesar de todas essas mudanças que o turismo e a globalização trazem com eles, ainda é um ponto completamente diferente das Petronas Towers que estão ali perto.

Yago Evangelista Graduando em Geografia pela Universidade Federal Fluminense (UFF), membro do NUREG, do Museu das Remoções e Editor na Ensaios de Geografia.